A primeira SudNoite a gente nunca esquece

Por Matheus Farias, do Rio de Janeiro
Fotos: Matheus Farias e Isabel Falcão 

Se você tem a sorte de ter a melhor chef da América Latina fritando hambúrgueres na sua esquina uma vez por mês e não aproveitá-la, certamente terá um motivo por mês para se arrepender, certo? Ao menos foi esse o argumento que fez Isabel me convencer de que devíamos ir na SudBurgerNight nesta terça, apesar de todas as calorias que não fizemos questão de economizar no último fim de semana. Além, claro, do fato da Garagem da Roberta ser de longe o estabelecimento comercial que mais trouxe alegrias para nossa vida a dois desde que Roberta Sudbrack resolveu estacionar seu trailer na Rua Tubira, no Leblon, em dezembro de 2015.

Não por ser um lugar particularmente romântico: talheres são terminantemente proibidos por lá, ao passo em que os molhos são servidos NO CAPRICHO. O resultado imagina-se; mas, se o amor é verdadeiro – especialmente o amor pela comida – valerá cada ângulo desfavorecido da sua cara lambuzada. Essa descrição talvez soe estranha para quem apenas ouviu falar da Roberta dos menus degustação, que liderou a cozinha do Palácio da Alvorada e e teve o restaurante que levava seu nome premiado com uma estrela Michelin. No entanto, a Garagem da Roberta nada mais é do que um suculento retorno da chef às suas raízes.

Roberta começou sua carreira de cozinheira autodidata vendendo cachorro-quente nas calçadas de Brasília nos anos 90 – e desde sempre ofereceu aos seus clientes apenas aquilo que era resultado da combinação de produtos artesanais e frescos. Décadas depois, inspirada no movimento street food (que cresceu na Europa tendo como objetivo levar a boa comida para qualquer lugar, aproximando-se das pessoas e dos produtores), Roberta resolveu matar a saudade da rua – e dos sanduíches – criando seu próprio carro-chef: o Sudtruck. As filas quilométricas, formadas por gente disposta a esperar até quatro horas por um suddog, fez a cozinheira receber convites para levar o projeto aos quatro cantos do mundo. Mas o resto da história vocês já sabem: para o azar das nossas restrições calóricas auto-impostas, Roberta escolheu a esquina da nossa casa. E tornou a Garagem parada obrigatória para quem quer que visite o Rio de Janeiro.


Dica: é bom chegar cedo, especialmente em dia de SudBurguerNight, porque o negócio lota mesmo. Essa semana chegamos quarenta minutos antes das 20h, hora marcada para o início da fritação dos hambúrgueres. Não é tanto, por alguns motivos: o ambiente é bem agradável (toca música bacana e o pessoal é ultra-simpático), a parceria com a cerveja Jeffrey (R$ 13) faz o tempo passar bem rápido (sempre peço a Red Pilsen, Isabel a Witbier) e eles geralmente começam a aceitar os pedidos de hambúrguer uns quinze minutos antes da hora. Além disso, não se pode chamar de espera se você passar a maior parte do tempo comendo a batata rústica com aioli de urucum (R$ 20) – segundo a MasterChef Paola Carosella, o molho-assinatura da casa é “a melhor coisa que existe em qualquer categoria”.

O SudBurguer leva nada menos que 200 gramas do blend de carnes sustentáveis Beef Passion cortadas na ponta da faca

E vamos pois à estrela da noite: o SudBurguer (R$ 44) leva nada menos que 200 gramas do blend de carnes sustentáveis Beef Passion cortadas na ponta da faca, parmegiano reggiano gratinado, tomatinhos marinados e broto de rúcula. Foi literalmente o primeiro a me fazer apreciar de verdade a existências de tomates dentro de um hambúrguer – nunca tinha entendido bem a sua presença aguada e insossa. Isabel teve uma bela sacada da sacada: o tomate do SudBurguer é todo picadinho, o que escorre aquela água que faz o pão ficar ensopado. A marinada dá o toque final e ele simplesmente se desmancha, assim como o resto do sanduíche. Dava pra comer só o pão e só a carne sozinhos e voltar pra casa feliz; e o autêntico parmegiano dispensa descrições.

Para coroar, a SudBurguerNight ainda conta com a presença simpaticíssima da própria Roberta – andando pelas mesas, de boné e avental, aos olhos de um desavisado quase se confunde com uma funcionária do próprio estabelecimento. Já nós, que não somos desavisados nem temos vergonha na cara, fomos lá e tietamos. Ela foi um amor e ainda mandou um beijo para Luciana.

___________________________________________________

P.S: A SudBurguerNight acontece uma vez por mês. Para se informar das datas, basta seguir a página do Facebook ou o Instagram da Garagem da Roberta.

P.S2: Se você for lá em dias normais – ou estiver indo pela primeira vez – peça um Brisket. Por nós.

Serviço: 
Garagem da Roberta
Rua Tubira, 8, Leblon, Rio de Janeiro
(21) 2239-1103
Horário de funcionamento: Terça a domingo, de 13h às 23h
Facebook: www.facebook.com/pg/garagemdaroberta
Instagram: https://www.instagram.com/garagemdaroberta/

Deixe uma resposta