7 dicas para preparar uma fondue de queijo perfeita

Tirolez ensina a fazer fondue de queijo

Com informações da assessoria de imprensa

Criadas na Europa, as fondues já se tornaram hábito das famílias brasileiras durante o outono e o inverno. Além de muito prática, uma refeição que tenha no centro da mesa uma panela com queijo derretido fumegante sobre um réchaud (o pequeno fogareiro que a mantém aquecida) é sucesso na certa.

Veja sete dicas da Tirolez para sua fondue ficar ainda mais gostosa:

7 dicas para preparar uma fondue de queijo perfeita

  1. A fondue é uma especialidade dos Alpes Franceses e Suíços, composta por um ou mais queijos derretidos em vinho branco, em temperatura baixa, em uma panela especial: o caquelon. No Brasil, o utensílio é chamado simplesmente de aparelho para fondue e, geralmente, é composto por três partes: a panela com tampa, o suporte e um réchaud. As melhores panelas para fondue de queijo são as esmaltadas, que distribuem bem o calor e evitam que o queijo grude no fundo. O ideal é ter uma panela para cada grupo de 4 convidados.
  2. Os melhores garfos para fondue têm cores diferentes ou são marcados por uma cor no cabo. Além de deixarem a mesa mais bonita, ajudam cada um a distinguir seu garfo dentro da panela. Há também aparelhos de fondue elétricos. Embora não tão charmosos quanto os que possuem um réchaud tradicional, em que se coloca líquido inflamável e fogo, têm a vantagem de facilitar o controle da temperatura.
  3. A receita tradicional de fondue é uma mistura dos queijos Gruyère e Emmental, com vinho branco seco e algum tipo de bebida destilada. Mas, embora pareça simples, não é muito fácil conseguir o ponto ideal dos queijos derretidos na panela. Por isso, vale lançar mão das fondues A fondue Tirolez é uma mistura ideal de queijos, entre eles os da receita clássica, suavemente derretidos em vinho branco seco e conhaque brandy. Basta abrir a embalagem e seguir as instruções de preparo. Cada embalagem de 400 g serve de 3 a 4 pessoas.
  4. O melhor momento para preparar a fondue é mesmo na hora de servir. Por isso, uma boa ideia é esperar os convidados chegarem, oferecer alguns aperitivos e só então ir à cozinha. Caso você decida fazer com muita antecedência, a mistura de queijos irá engrossar à medida em que esfria. Caso isso aconteça, acrescente um pouco de vinho branco seco para que volte a ter uma textura cremosa. A dica vale também depois que a fondue estiver servida: caso seja superaquecida e engrossar, basta acrescentar um pouco de vinho branco seco e misturar. O vinho branco seco, aliás, é a bebida ideal para harmonizar com o prato.
  5. O acompanhamento mais tradicional para a fondue de queijo é o pão, que deve ser levado à mesa cortado em quadrados com mais ou menos 2 cm. Prefira pães de casca dura, como o italiano ou pão francês amanhecido, que ficam firmes no garfo quando são mergulhados no queijo. Pães moles ou folheados, como o pão de forma, brioche e croissant não são adequados, pois ficam ainda mais molengos dentro do queijo e acabam se soltando dentro da panela. Além de pães, você pode inovar servindo picles, como pepinos e cebolinhas em conserva ou optar pelos tradicionais tomates- cereja, cenouras, batatas bolinha, cogumelos paris e até goiabada, para os que gostam de queijo com combinações doces.
  6. Mas se quiser sair totalmente do tradicional, vale acrescentar a cada pacote de 400 g da fondue já aquecida, 100 g de queijo tipo Gorgonzola Tirolez picadinho e deixar derreter. Uma ideia criativa é montar espetinhos coloridos com os acompanhamentos e deixar os convidados se deliciarem.
  7. A fondue de queijo é também uma ótima base para o preparo de fondue de carne. Isso mesmo! Tempere com sal e pimenta cubinhos de um corte de carne bem macio e com pouca gordura, como alcatra ou filé mignon, e faça espetinhos com dois ou três cubinhos. Grelhe a carne e leve à mesa junto com a fondue, temperada com um pouco de páprica doce. Basta mergulhar os espetinhos de carne no queijo e se deliciar.

Deixe uma resposta