Ceviche: Um peruano pra lá de globalizado

Foto: Beto Figueirôa

Ele é peruano. Chegou para ficar e ganhou amantes, seguidores e adeptos comensais. O ceviche é um prato simples e saboroso. Atravessou séculos, ultrapassou continentes e se globalizou. Hoje (28/06), para quem não sabe, é comemorado o Dia do Ceviche, uma iguaria de origem andina, que teve o primeiro registro feito há mais de quatro mil anos pelos povos que habitavam o Norte do Peru. Atualmente, o Peru transformou o prato em orgulho nacional e é considerado Patrimônio Cultural. Claro que a receita original já foi bem modificada. Mas essencialmente, ele leva peixe branco de água salgada cru, com suco de alguma fruta cítrica. O ácido cítrico “cozinha” o peixe cru. O resto fica por conta da criatividade de quem prepara. Tem que use coentro, pimenta, batata doce, cebola roxa, entre outros ingredientes.

O ceviche tem esse nome graças ao povo Inca. Diz-se que é derivado do Quíchua, língua indígena, e vem do “siwichi”, que significa peixe fresco. Há ainda a hipótese da palavra “cebo” também ser uma influência, já que significa “isca” ou cortes pequenos de peixe, como normalmente o peixe é servido no prato. Outra linha, considerada como oficial pelo governo peruano, é que o nome seja derivado do Árabe “sibesh”, ou seja, comida ácida, com base no fato de que mulheres mouriscas marinavam o peixe cru dos Incas em suco de laranja azeda.

Antigamente, o peixe era marinado em suco de tumbo ou curuba, um fruto nativo que se assemelha ao maracujá. “Ainda durante os tempos pré-colombianos foi acrescentada a pimenta aji, muito picante, hoje obrigatória no prato. O limão só veio a ser usado a partir do século XVI quando chegaram os espanhóis na região”, explica o chef Biba Fernandes, à frente dos restaurantes peruanos Chiwake e Chicama, que têm como carro chefe dos menus os ceviches.

E sabia que o “leite de tigre” é o nome dado ao caldo que se forma a partir da marinada do peixe? Ele é considerado um poderoso fortificante, dando a força do animal a quem o toma. “No Peru, o caldo é usado para curar ressacas”, explica o chef.

Fato é que, fez tanto sucesso que acabou sendo utilizado em outras cozinhas, além da peruana. Tem restaurante francês, japonês….que oferece o prato na casa. Como é o caso do Ponte Nova, do chef Joca Pontes. A casa incluiu o ceviche como entrada em almoços e jantares. “O ceviche tem muito a ver com o nosso clima, é refrescante e leve. Também combina com o nosso tempero, já que a base é o limão verde e o coentro”, conta o chef Joca Pontes. A casa oferece o “Cê vixe”, composto por lâminas de pescado marinadas no limão com tartare de tomates, temperados como uma ostra de praia, cobertos com palha de batata doce e alho-poró. O prato custa R$30.

E pra quem ficou curioso ou morrendo de vontade de comer ou conhecer, nossos leitores deram dicas de onde comer a iguaria, que é saudável, leve e pouco calórica, além de refrescante e perfeita para nosso clima.
ROTEIRO PARA COMER CEVICHE EM RECIFE

Chicama
Av. Eng. José Estelita. Recife
(81) 99185-4177
Horário: 12h às 15h, 19h às 23h
www.chicama.com.br

Chiwake
Rua da hora, 820. Espinheiro. Recife
(81) 3221-1606 I 3423-1529 I 991857075
Horário: 19h às 23h
www.chiwake.com.br

Ponte Nova
Rua do Cupim, 172. Recife
(81) 3327-7226
Horário: 19h às 00h

Zen Comida Japonesa
Piedade
R. Osorio Borba, 167 – Piedade (Esquina com a Av. Ayrton Senna – Jaboatão dos Guararapes)
Recife/PE
Tel. (81) 3094.5028
Segunda a Sábado (18h às 23h30)
Domingo, Datas Comemorativas e Feriados (11h30 às 23h30)

Espinheiro
Rua da Hora, 295 – Espinheiro
CEP: 52.020-010 – Recife/PE
Tel. (81) 3427 3377
ALMOÇO:
Segunda a Quinta (11h30 às 15h)
Sexta e Sábado (11h30 às 16h)
JANTAR:
Diariamente (18h às 23h30)
Domingo, Datas Comemorativas e Feriados (11h30 às 23h30)

Empório Pescadero
Av. 17 de Agosto 1916 A. Recife
(81) 98829-0775 (81) 3034-0021 / (81) 3204-1948
www.emporiopescadero.com.br

Blue Temakeria
Unidade 1: Rua Dr. José Maria, 299, Encruzilhada – 17h às 23:30h – F. 3076-6061
Unidade 2: Rua do Futuro, 314, Graças – 11:30h às 16h e das 17h às 23:30h – F. 3242-2973
Delivery: Terça a Domingo – 17h às 23:30h
Fone: (81) 3032-5252

Restaurante Tepan
Rua Doutor José Maria, 151 – Encruzilhada. Recife
(81) 3427-4187

Tokiomaki
Av. Rui Barbosa, No. 1899, Graças
(81) 3267-5696
www.tokiomaki.com.br

Love Japan
Avenida Alfredo Lisboa, Loja 02. Recife Antigo – Recife
(81) 3224-0634
Cardápio online: bit.ly/2rgsGdk
Horário: 11h às 22h

Yunika
Estrada do Arraial, 2350. Recife –  Casa Amarela
(81) 3132-4103
Horário: 19h às 00h
www.yunika.com.br

Pisco Lounge – Pub • Restaurante peruano
Avenida Conselheiro Aguiar, 2585, 1. Recife
(81) 98204-2010
Horário: 19h às 01h

Kisu Cuisine
Shopping RioMar. Recife
(81) 3327-0569
Horário: 12:00 às 00:00
kisu.com.br

Deixe uma resposta