Festival de Pescados: um evento que vai ficar na memória e no paladar

Texto e fotos: Taciana Antunes, colaboradora

O Restaurante Chicama, no Cabanga Iate Clube, foi o palco escolhido para a realização do Festival de Pescados, promovido pelo Extra e pelo Pão de Açúcar, para a apresentação da sua linha de produtos sustentáveis. Um jantar assinado pelo chef Biba Fernandes que foi a estrela da noite ao lado de pratos criados a partir dos produtos da série Alaska, da Noronha Pescados. E, para a harmonização de cada prato, foram servidos vinhos oferecidos pela Interfood Importadora. O Verbo Comer esteve por lá para conferir a ocasião que contou com planejamento e com muito bom gosto em todos os detalhes.


Para a recepção, a Handmade Blues, de Marcelo Demo, embalou os convidados com seu som alto astral acompanhado do excelente vinho verde branco Casal Garcia. A noite começou com a apresentação dos produtos da série Alaska da Noronha Pescados – polaca; salmão e bacalhau – mostrando os processos que trazem esses peixes dos gelados mares do Norte americano até a mesa. Os pratos logo começaram a ser servidos e desfilaram em grande estilo unindo os pescados aos ingredientes típicos da cozinha peruana e japonesa.


O primeiro foi o ceviche de polaca marinado no leite de tigre com favas crocantes e batata doce. Sou louca por ceviche e posso garantir que este foi um dos melhores que experimentei e parabenizei pessoalmente o chef. O toque especial das favas crocantes fizeram diferença. Depois, tivemos uma rosa de salmão do Alasca em salsa de alcaparra e ponzu, um tartare de salmão com guacamole e, finalmente, um salmão selado com crosta de gergelim sobre batata doce grelhada, purê de espinafre em salsa aguaymanto. Este último estava particularmente muito gostoso.


Para fechar o festival de pescados, foram servidos dois pratos com bacalhau, um em lascas regadas no azeita e pasta de azeitona azapa sobre batata ao murro e um grelhado sobre mix de cogumelos. O chef Biba Fernandes – sempre supersimpático – conseguiu mostrar a versatilidade dos pescados, explorando o seu potencial na cozinha. Para finalizar a experiência gastronômica da noite, tivemos a sobremesa Suspiro Limeño – creme sedoso de leite condensado e gemas coberto por merengue com vinho do Porto. Tudo deliciosamente na medida certa. Aromas e sabores que merecem nossos aplausos.

Deixe uma resposta